terça-feira, 14 de julho de 2009

«ADMIRAL GRAF SPEE»


Couraçado de bolso da marinha de guerra hitleriana. Deslocava 10 000 toneladas. Estava fortemente blindado e dispunha de um armamento principal respeitável : 6 canhões de 279 mm e 8 de 150 mm. Foi concebido para a guerra de corso. O seu raio de acção era superior a 37 000 km, navegando a 15 nós. Mas, em termos de velocidade, podia atingir a máxima de 26 nós. A sua guarnição compreendia 926 oficiais, sargentos e praças. Depois de ter afundado 9 navios dos Aliados, totalizando 50 000 toneladas, este couraçado tornou-se o mais famoso protagonista da batalha do Rio da Prata, quando afrontou, no Atlântico sul, uma esquadra britânica (composta pelos cruzadores «Achilles», «Ajax» e «Exeter»), que lhe causou avarias. O «Admiral Graf Spee» refugiou-se no porto neutro de Montevideu para fazer reparações. De lá saíu a 17 de Dezembro de 1939, como o obrigavam as convenções internacionais. Com a 'Royal Navy' à sua espera ao largo das costas sul-americanas, o capitão preferiu mandar evacuar a tripulação do «Graf» e afundar voluntariamente o navio.

Sem comentários:

Publicar um comentário