sábado, 18 de julho de 2009

«ESSEX»


Era um veleiro vocacionado para a caça à baleia. Em Agosto de 1819 partiu da ilha de Nantucket (Massachusetts, EUA), com 21 homens a bordo, para mais uma campanha. Encontrava-se no oceano Pacífico (depois de ter dobrado o cabo Horn) a mais de 2 400 milhas das costas da actual República do Equador, quando um dos seus gajeiros avistou um cachalote de tamanho descomunal. Após o seu arpoamento pelos homens dos botes, o cetáceo reagiu com um violento golpe de cauda, que os atirou ao mar; e dirigiu-se depois para o «Essex», contra o qual investiu por duas vezes, destruindo-o completamente. Os sobreviventes do navio-baleeiro afastaram-se do local da tragédia a bordo de alguns botes, que, naturalmente, não houvera tempo de abastecer com água e mantimentos em suficiência. Desapareceram todos, à excepção de um deles com 5 ocupantes; que lograram atingir a costa do Chile, após muitas semanas de provações e de difícil navegação. Foi esta singular aventura que inspirou Herman Melville e o levou a escrever «Moby Dick», a sua obra-prima.

Sem comentários:

Publicar um comentário