quinta-feira, 16 de julho de 2009

«LUSITANIA»


Transatlântico britânico construído pelos estaleiros de John Brown (em Clydebank) para a Cunard Line, de Liverpool. Com 240 metros de comprimento e perto de 27 metros de boca, o «Lusitania» deslocava, em plena carga, mais de 31 000 toneladas; o que fazia dele um dos maiores navios do mundo do seu tempo. Podia navegar à velocidade de 25 nós e transportar quase 2 200 passageiros. Foi um dos detentores da famosa flâmula azul. Quando rebentou a Grande Guerra, este navio só não foi requisicionado pela 'Royal Navy', pelo facto das suas turbinas a vapor serem excessivamente vorazes. Assim, o navio continuou a transportar passageiros e carga entre as duas margens do Atlântico norte. A 7 de Maio de 1915, a cerca de 12 milhas da costa irlandesa, o «Lusitania» foi torpedeado pelo submarino alemão U-20, explodindo e afundando-se em menos de 20 minutos. No desastre pereceram 1 198 pessoas, entre as quais se contavam 128 de nacionalidade norte-americana. Facto que incitou os Estados Unidos a renunciar à sua neutralidade e a declarar guerra aos Impérios centrais alguns meses mais tarde.

Sem comentários:

Publicar um comentário