sexta-feira, 17 de julho de 2009

«ESTONIA»


O seu primeiro nome foi «Viking Sally» e o seu primeiro serviço foi o de assegurar uma carreira regular entre as cidades de Turku (Finlândia) e de Estocolmo. Em 1993 este 'car-ferry' foi comprado por uma companhia de navegação sueco-estoniana, que lhe deu o seu último nome e o colocou na ligação marítima entre Tallin e a capital da Suécia. Na noite de 28 para 29 de Setembro de 1994, o «Estonia» naufragou em pleno mar Báltico, arrastando para o fundo 852 dos seus passageiros e tripulantes; que morreram afogados ou de hipotermia. Ao desastre só escaparam 137 pessoas, que foram socorridas pelo navio «Marinella» e por um número indeterminado de helicópteros. Nenhum oficial do «Estonia» sobreviveu ao desastre, para poder dar o seu abalizado testemunho sobre os motivos que levaram o navio a naufragar. A comissão de inquérito nomeada pelas autoridades atribuíu as causas do acidente à fragilidade da proa móvel, que não teria aguentado a força das vagas. Mas essa opinião foi muito contestada. Tanto por outros peritos, como pela opinião pública.

Sem comentários:

Publicar um comentário