quinta-feira, 16 de julho de 2009

«GENERAL SANJURJO»


Submarino italiano da classe 'Archimede', lançado à água em 1933 e incorporado na frota de guerra mussouliniana no ano seguinte. Chamava-se então «Torricelli», em honra do famoso físico e matemático transalpino do século XVII. Durante a Guerra Civil de Espanha foi colocado, por empréstimo, ao serviço da armada franquista, que o mandou patrulhar ao largo do porto de Cartagena e atacar todos os navios -legalistas ou neutrais- com carga destinada aos republicanos. A 22 de Fevereiro de 1936 torpedeou o cruzador «Miguel de Cervantes», causando-lhe graves avarias; e em Fevereiro do ano seguinte alvejou a tiros de peça o porto de Barcelona. Foi transferido definitivamente para a marinha dos insurrectos em 20 de Abril de 1937. Conjuntamente com o seu congénere «General Mola», o «Sanjurjo» afundou vários navios («Ciudad de Barcelona», «Granada», «Cabo de Palos») afectos à República. A 7 de Fevereiro de 1943, quatro anos depois da vitória dos nacionalistas, em plena guerra mundial, o «General Sanjurjo» foi atacado (sem consequências graves) pelo HMS ««Torbay», por ter sido confundido com um submarino italiano. O velho submersível franquista foi retirado do activo em 1959.

Sem comentários:

Publicar um comentário