segunda-feira, 17 de agosto de 2009

«SAN JUAN NEPOMUCENO»


Vaso de guerra espanhol dos séculos XVIII e XIX, construído (em 1765) pelos estaleiros reais de Guarnizo, Santander. Estava armado com 74 canhões de vários calibres. A sua guarnição compunha-se de 531 homens (oficiais, sargentos e praças). Operou, essencialmente, no Atlântico e em águas caribenhas; mas também se lhe conhecem acções no Mediterrâneo, já que o navio participou na decisiva batalha de Trafalgar -21 de Outubro de 1805- brilhantemente ganha por Horácio Nelson. Durante esse violento embate entre as marinhas de guerra mais poderosas da Europa, o «San Juan Nepomuceno», que se encontrava sob o mando de Cosme Damián Churruca, um grande capitão, acabou por ser vencido -com glória- por seis navios ingleses, entre os quais se contavam o «Defiance», o «Tonnant» e o «Dreadnought». Com uma perna arrancada pela metralha adversa e com o seu navio cheio de mortos (mais de 400 !) e de feridos graves, Churruca lutou galhardamente até ao extremo limite das suas forças. Acabando, quando estas o abandonaram definitivamente, por arriar o pavilhão do «San Juan Nepomuceno». Churruca e a sua equipagem escreveram, nesse memorável e sangrento dia, uma das páginas mais brilhantes da história naval de Espanha.

Sem comentários:

Publicar um comentário