terça-feira, 18 de agosto de 2009

«EMPIRE SANDY»


O «Empire Sandy» é um veleiro canadiano de três mastros, aparelhado em lugre, que, durante o verão, assegura passeios turísticos nos lagos Ontário e Erié e no curso inferior do rio São Lourenço. E que, no inverno setentrional, exerce a mesma função em águas caribenhas. Construído, em 1943, no estaleiro britânico Clellands Ltd, de Quay-on-Tyne, este veleiro de 740 toneladas (com um casco de 41,86 m de comprimento por 9,15 m de boca) serviu a 'Royal Navy' durante a batalha do Atlântico, resgatando náufragos, socorrendo pilotos da R.A.F. abatidos sobre o oceano, rebocando navios aliados em dificuldade, etc. Estava, nessa altura, armado com várias peças antiaéreas, servidas por 4 artilheiros da marinha real. Foi, depois da guerra, vendido a um particular, que o baptizou «Ashford». Em 1950 mudou, de novo, de proprietário, ao ser cedido à firma canadiana Paper Company (de Thuder Bay, Ontário) que, com o nome de «M. Chris», o utilizou no reboque de troncos de árvore no lago Superior e nos rios tributários do dito. Nos anos 70, quando já não era rentável, foi enviado para a sucata e estava para ser desmantelado, quando foi salvo, in extremis, pelo seu actual proprietário : Norman Rogers, fundador da sociedade Nautical Adventures Cº.. Que lhe reatribuiu o seu nome de origem e o modificou para lhe dar o aspecto de um veleiro de finais do século XIX. O «Empire Sandy» pode transportar 275 passageiros. A sua tripulação normal é de 25 homens.

Sem comentários:

Publicar um comentário