sexta-feira, 28 de agosto de 2009

«HORNET»


O porta-aviões «Hornet» (identificado com o código CV-8) entrou ao serviço da armada dos E.U.A. em 20 de Outubro de 1940, quer dizer um ano antes do inesperado ataque japonês contra a base de Pearl Harbour. Este navio ganhou fama internacional, quando, no dia 18 de Abril de 1942, descolaram da sua pista os primeiros aviões norte-americanos que alvejaram o território do Japão : 16 bombardeiros médios Mitchell B-25, colocados sob o comando do então tenente-coronel James Doolittle. Depois deste episódio que galvanizou a opinião pública dos Estados Unidos e a fez acreditar na vitórial final contra os nipónicos, o «Hornet» ainda participou em duas batalhas aeronavais relevantes : a de Midway e a das ilhas de Santa Cruz. No decorrer deste último confronto, o porta-aviões «Hornet» foi atacado por aeronaves inimigas muito superiores em número àquelas que asseguravam a sua própria protecção e afundado, no dia 26 de Outubro de 1942; quando o navio contava apenas dois anos de vida operacional. O «Hornet» era um navio com 25 600 toneladas de deslocamento (em plena carga), que media 251,40 m de comprimento por 37,70 m de boca. A sua velocidade máxima rondava os 33 nós. Foi construído no Newport News Shipbuilding & Dry Dock Cº, no estado de Virginia. Tinha uma tripulação próxima dos 2 000 homens e podia receber e tornar operativos 90 aviões.

Sem comentários:

Publicar um comentário