sexta-feira, 28 de agosto de 2009

«PESTAROLA»


É um varino típico do Tejo de outros tempos, pertencente à autarquia barreirense. Parece ter sido construído em Vila Franca de Xira, pelo facto do seu primeiro registo o dar em Alhandra, por volta de 1930, com o curioso nome de «Camponês». Nos anos 50 do século passado, foi adquirido pela firma Armazéns José Luís da Costa Lda., proprietária de uma seca de bacalhau em Palhais (na margem direita do Coina), que o utilizou no transbordo de peixe verde dos navios para terra. O varino «Pestarola» é, como os seus congéneres, uma embarcação com um único mastro vestido de pano latino, que se distingue da fragata estuarina por ter fundo chato (sem quilha), característica que lhe permite navegar em águas pouco profundas. O «Pestarola» apresenta uma proa ricamente decorada com motivos da arte (dita popular) desenvolvida pelos homens da beira rio. Foi adquirido pela Câmara Municipal do Barreiro em 1999 e completamente restaurado, sendo utilizado, actualmente, em viagens pelo estuário do Tejo (quando o tempo as permite), com o intuito de dar a conhecer esse espaço -de grande interesse paisagístico e ecológico- à população da cidade. O «Pestarola» está preparado para acolher 23 passageiros.

Sem comentários:

Publicar um comentário