segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

«MARIS-STELLA»


Este palhabote (corruptela das palavras inglesas ‘pilot boat’) foi um dos inúmeros veleiros desportivos da família real portuguesa. Parece ter sido oferecido, em 1905, por D. Carlos I a sua esposa, a rainha D. Amélia. O «Maris-Stella» participou em várias competições de carácter nacional e internacional. Era o antigo «Sunshine», realizado na Escócia, no ano de 1901, pelos reputados estaleiros da firma William Fife & Sons, de Farlie. Esta embarcação de competição deslocava 118 toneladas e media 25,92 metros de comprimento por 5,55 metros de boca. O «Maris-Stella» gozou da reputação de ser um barco de grandes qualidades veleiras e de excepcional leveza; além de ser, indubitavelmente, muito bonito. Numa das regatas mais famosas que ganhou, disputada na baía de Cascais e com el-rei no posto de timoneiro, o «Maris-Stella» defrontou-se com dois outros afamados palhabotes do seu tempo : o «Dinarah» (do Dr. Castro Guimarães) e o «Elisa» (do Sr. Miguel Paxinta). Este barco da família real percorreu, nessa ocasião, a distância de 30 milhas em 4 horas e 42 minutos.

1 comentário:

  1. O Palhabote D.Elisa pertencia ao Sr. Miguel de Paxiuta (não Paxinta).

    ResponderEliminar