sábado, 25 de dezembro de 2010

«FRIENDSHIP»


Este navio parece ter sido lançado à água por volta de 1780. Sabe-se que deslocava 278 toneladas, mas desconhecem-se as suas principais características, incluindo as suas dimensões. Foi fretado pelo governo britânico em Maio de 1787 para integrar a frota composta por uma dúzia de embarcações, que iria transportar para a Austrália as primeiras levas de criminosos condenados ao degredo pelos tribunais de Londres e de outras cidades do reino. Na sua primeira viagem, o «Friendship» embarcou só mulheres. Mas, devido à ‘íntima confraternização’ que algumas delas estabeleceram com marinheiros de bordo (facto que valeu açoites, por falta disciplinar, a quatro marujos), as desterradas foram transferidas para outros navios, durante a escala que o «Friendship» fez em Capetown. E o navio acabou por chegar a Botany Bay, na distante ilha-continente com um carregamento de ...ovinos. Sabe-se que, na viagem de regresso à Grã-Bretanha, foram os próprios marinheiros deste navio (furiosos com os maus tratos recebidos a bordo) que o afundaram (em data do 28 de Outubro de 1788) no estreito de Macassar. Os tripulantes do «Friendship» que não desertaram, foram transferidos para outro navio da frota, o «Alexander». A dita frota (que fez várias viagens à Austrália com condenados) era superiormente comandada pelo capitão Arthur Phillip, da ‘Royal Navy’.

Sem comentários:

Publicar um comentário