quarta-feira, 16 de setembro de 2009

«MIR»


Autêntico compromisso entre tradição e modernidade, este navio-escola russo foi desenhado pelo arquitecto naval Zygmunt Choren e construído -em 1987- nos estaleiros de Gdansk, na Polónia. O «Mir» (cujo nome significa 'paz', na língua russa) pertence à Academia Marítima Nacional e tem em São Petersburgo o seu porto de abrigo. É um elegante veleiro de três mastros (aparelhado em galera), dotado de 28 panos com uma superfície total de 2 771 m2. O navio mede 109,20 m de comprimento fora a fora por 13,90 m de boca e o seu calado ultrapassa os 6 metros. Desloca 2 385 toneladas. A sua tripulação-tipo compõe-se de 20 oficiais, 38 sargentos e praças e 144 cadetes dos cursos de mecânica naval. O «Mir» é navio gémeo do «Dar Mlodziezy», do «Khersones», do Drujba», do «Pallada» e do «Nadejda», todos realizados pelo já referido estaleiro polaco. O navio-escola russo tem participado nas regatas internacionais reservadas aos grandes veleiros, tendo ganho, em 1998, a Tall's Ships Race. É também presença habitual nos festivais e encontros marítimos de prestígio, tais como o conhecido 'Armada de Ruão'. O «Mir», que se distingue dos seus congéneres pelo seu casco branco listado de azul, sofreu, em 1992, importantes trabalhos de modernização (executados num estaleiro alemão), que lhe acrescentaram um propulsor de proa e tornaram as suas cabines mais confortáveis.

Sem comentários:

Publicar um comentário