domingo, 6 de setembro de 2009

«DIMITRI DONSKOI»


Também designado pela matrícula TK-208, foi o primeiro submarino russo da classe 'Akula' ('Typhoon', no código NATO) a ser construído; ainda no tempo da extinta U.R.S.S.. é cabeça de série de uma flotilha que chegou a contar com 6 unidades. Saíu do arsenal de Severodvinsk, onde foi construído, em 1980. Este submersível gigantesco (24 500 toneladas à superfície e 48 000 em imersão) foi e resta, sem dúvida, a mais poderosa e a mais temível arma de guerra jamais realizada. O TK-208 e os outros navios deste tipo medem 174,50 m de comprimento por 23,30 m de boca e são movidos por energia nuclear. São praticamente indetectáveis e a sua autonomia é quase ilimitada. Podem mergulhar até 400 metros e deslocar-se, em imersão, à velocidade de 27 nós. As suas equipagens são compostas por 150 homens. O «Dimitri Donskoi» e os seus congéneres que escaparam ao colapso da União Soviética, estão equipados com 2 tubos lança-torpedos de 650 mm e com 4 outros de 533 mm. O seu armamento estratégico é composto por 20 mísseis SSBN, contendo (no total) 200 ogivas de carga nuclear (possuindo, cada uma delas, uma força destrutiva seis vezes superior à da bomba atómica de Hiroxima), programadas para poder atingir e aniquilar outros tantos alvos. Os silos onde se alojam estes apocalípticos projécteis estão alinhados, em duas filas, no espaço compreendido entre a torre e a proa destes impressionantes navios. Todos os mísseis podem ser disparados em imersão. Devido à dimensão excepcional dos submersíveis da classe 'Akula', as tripulações destes engenhos beneficiam de condições de vida a bordo nunca vistas em navios desta natureza : piscina, ginásio, sauna, alojamentos espaçosos e realativamente confortáveis, etc. O TK-208 e restantes 'Akula' (hoje quase todos desactivados, devido às restrições orçamentais que afectam a marinha russa) têm a sua base em Murmansk, porto de guerra situado a norte do Círculo Glacial Árctico. Talvez pelo facto dos submarinos deste tipo constituirem uma obsessiva e permanente dor de cabeça para os oficiais do Pentágono e para o governo dos Estados Unidos, Hollywood serviu-se do tema para consagrar um filme (pouco credível) sobre a deserção de um 'Akula'. Título da fita, cujo argumento foi inspirado num romance de Tom Clancy : «Caça ao Outubro Vermelho».

Sem comentários:

Publicar um comentário