sábado, 26 de setembro de 2009

«LA COURONNE»


Vaso de guerra francês do século XVII. Foi construído, por encomenda do cardeal Richelieu, nos estaleiros de La Roche Bernard (Bretanha) em 1638, para responder ao desafio lançado pelo «Souverain of the Seas», poderoso navio inglês de 100 canhões. A sua realização foi dirigida pelo famoso mestre carpinteiro Charles Morieur, de Dieppe. O casco do «La Couronne» media aproximadamente 52 metros de comprimento e a sua boca cotava uns 15 metros. O navio, que se distinguia dos demais pelas suas riquíssimas esculturas em talha dourada, deslocava 2 180 tonéis e estava armado com 72 bocas de fogo. A sua guarnição compunha-se de 643 marinheiros e soldados. A configuração particular da sua proa, permitia utilizar artilharia disparando longitudinalmente. O «La Couronne» foi o primeiro vaso de guerra das armadas reais de França a ser construído segundo as regras científicas estipuladas pelo padre Georges Fournier, no seu livro «L'Hydrographie». Os três mastros do navio podiam arvorar uma dúzia de panos de dimensão impressionante para um navio do século XVII : mais de 2 000 m2 de superfície. Em 1638, durante a Guerra dos 30 Anos, «La Couronne» participou no cerco de Fuenterrabia e, no ano seguinte, voltou a Espanha para nova campanha militar, sob o comando do almirante Henri de Sourdis, arcebispo de Bordéus. O navio (que serviu de modelo a outras unidades navais do seu tempo) foi desactivado em 1645 e depois desmantelado no porto de Brest.

Sem comentários:

Publicar um comentário