sexta-feira, 30 de julho de 2010

«OASIS OF THE SEAS»


Lançado à água em 28 de Outubro de 2009 pelos estaleiros finlandeses STX Europe, de Turku, o «Oasis of the Seas» -que navega com as cores da companhia Royal Caribbean Cruise Line e arvora bandeira das Bahamas- é o maior navio de cruzeiros jamais construído. Deslocando 220 000 t em plena carga, esta autêntica cidade flutuante (que custou 900 milhões de euros) tem 360 m de comprimento por 47 m de boca. A velocidade máxima do «Oasis of the Seas» é de 22,6 nós. As suas 2 706 cabines (e 29 principescas suites), distribuídas por 16 cobertas, podem acolher cerca de 6 300 passageiros; aos quais o navio e os seus 2 200 membros de equipagem oferecem todo o conforto e atracções que uma luxuosa estância de férias pode proporcionar. Desse equipamento destacamos o seu conjunto de poderosos motores que produzem mais de 96 MW de energia, uma central de produção (ou de reciclagem) de água potável, capaz de fornecer diariamente 466 litros por passageiro, 21 piscinas, um parque aquático com uma profundidade de 5,4 m, ginásios, pista de gelo, casino, salas de espectáculo, dezenas de restaurantes, bares e lojas de todos os ramos comerciais, serviços administrativos (correios, etc), um espaço verde denominado Central Park (com as dimensões de um campo de futebol), onde se podem admirar mais de 12 000 plantas e, curiosamente, até uma verdadeira vinha com 62 cepas. O consumo (teórico) de carburante deste extraordinário navio foi estimado a 3,7 litros por 100 km percorridos e por passageiro transportado. O «Oasis of the Seas» está registado em Nassau. Opera habitualmente nas Caraíbas e litoral mexicano, a partir do porto de Fort Lauderdale (Florida). Este navio já tem um 'sister ship' em construção (no mesmo estaleiro finlandês), que navegará com o nome de «Allure of the Seas» e oferecerá o mesmo luxo que o «Oasis» à sua clientela.

Sem comentários:

Publicar um comentário