quinta-feira, 15 de julho de 2010

«ARION»


Paquete de bandeira portuguesa, propriedade da companhia armadora madeirense Classic International Cruises. O navio foi construído num estaleiro naval jugoslavo (Brodogradiliste Uljanik) e lançado à água em 1965 com o nome de «Istra». Ainda navegou com as designações de «Astra» e «Astra I», antes de receber o seu nome actual e de ser submetido -em Lisboa- a uma remodelação completa, que implicou um investimento superior a 12 milhões de euros por parte da C. I. C.. O «Arion» (que se chama assim em honra de um músico e poeta grego da Antiguidade), mede 118 metros de comprimento por 16,50 metros de boca e desloca cerca de 5 900 toneladas. O seu calado queda-se pelos 5,30 metros, o que o torna ideal para operar nas ilhas gregas, nas costas orientais do Adriático e noutros locais turísticos inacessíveis aos gigantescos paquetes que actualmente se constroiem. O «Arion» é propulsado por duas máquinas diesel, que lhe asseguram uma velocidade de cruzeiro de 17 nós. Tem uma tripulação de 125 pessoas e pode transportar 376 passageiros, alojados em 162 camarotes distribuídos por cinco convezes. O navio (inteiramente pintado de branco) está equipado com tudo o que os habituais frequentadores de cruzeiros exigem : restaurantes, bares, discoteca, jardim de Inverno, boutiques, salão de beleza, casino, centro médico, piscina, etc. O restaurante principal é dirigido por um chefe de cozinha de reputação internacional. O «Arion» foi, de novo, remodelado em 2009 e já dispõe de uma clientela fiel, que prefere o ambiente quase familiar dos seus serviços à confusão que impera nas grandes cidades flutuantes.

Sem comentários:

Publicar um comentário