sábado, 5 de fevereiro de 2011

«BIBB»


Navio da Guarda Costeira dos Estados Unidos, pertencente à classe ‘Secretary’, também conhecida por classe ‘Treasury’. O seu nome prestava homenagem a George M. Bibb, que foi secretário de estado do tesouro americano em meados do século XIX. Este tipo de navio (dos quais foram construídos 8 exemplares) deslocava 2 350 toneladas e media 100 metros de comprimento por 12,50 metros de boca. O USCGC «Bibb» foi construído em 1937 pelo estaleiro Navy Yard, de Charleston. A sua propulsão era assegurada por 2 engenhos Westinghouse, que lhe proporcionavam uma velocidade máxima de 20 nós. A autonomia do navio era de 7 000 milhas náuticas, com a marcha limitada a 13 nós. O seu armamento era constituído por diversos tipos de armas de distintos calibres. Tinha uma tripulação que oscilava entre 120 e 218 homens. O «Bibb» participou, na primeira fase da 2ª Guerra Mundial, na batalha do Atlântico, escoltando comboios com destino à Europa e ao norte de África. Já em Janeiro de 1945, o navio foi transferido para o teatro de operações do Pacífico, onde as forças militares dos Estados Unidos preparavam o ataque final contra o Japão. Foi-lhe ali reconhecido, oficialmente, o abate de um avião suicida nipónico. Esteve, mais tarde, na guerra do Vietnam, voltando, depois, às suas funções de protecção costeira. Foi desactivado em 1985 e afundado voluntariamente -a 28 de Novembro de 1987- ao largo da ilha de Key Largo (Florida), onde se transformou num recife artificial muito apreciado pelos adeptos de actividades submarinas. Curiosidade : foi o USCGC «Bibb» que -a 19 de Setembro de 1948- afundou, a tiros de peça, o bacalhoeiro português «Gaspar», da frota da Sociedade Novas Pescarias de Viana do Castelo. Esse veleiro português sofrera avarias irreparáveis nos mares da Terra Nova (devido a violento temporal) e representava um perigo evidente para a navegação, quando o «Bibb» lhe aplicou o golpe de misericórdia, antecipando, assim, o seu soçobro.

Sem comentários:

Publicar um comentário