sábado, 2 de abril de 2011

«CITY OF GLASGOW»


Navio de propulsão mista (vela/vapor) construído, em 1850, pelo estaleiro escocês de Tod & MacGregor, de Glásgua. Navegava com as cores da companhia Inman Lines, assegurando uma linha transatlântica regular entre as cidades de Liverpool e de Filadélfia. O «City of Glasgow» apresentava-se como um navio de casco de ferro, com 1 609 toneladas de arqueação bruta e com um comprimento de 69 metros por 10 metros de boca. Tinha três mastros e uma chaminé situada a meia nau. Inicialmente previsto para o transporte de 130 passageiros, 4 dos quais em 1ªclasse, o navio reservava um amplo espaço destinado a mercadorias, capaz de receber 1 200 toneladas de carga. Este espaço foi substancialmente reduzido em 1852, de modo a que o navio pudesse oferecer lugares aos emigrantes, cada dia mais numerosos a demandar os portos da América do norte. O «City of Glasgow» notabilizou-se por ser um navio particularmente económico, sendo o seu consumo diário de 20 toneladas de carvão. O que era baixíssimo, se comparado com o do «Asia», seu rival da Cunard, que absorvia 76 toneladas no mesmo espaço de tempo. Este navio teve um destino tão misterioso quanto trágico : desapareceu -com uns 480 tripulantes e passageiros a bordo- em pleno Atlântico, em data e circunstâncias que se ignoram. Isto, depois de ter iniciado a sua derradeira viagem em Liverpool no dia de Ano Novo de 1854.

Sem comentários:

Publicar um comentário