sexta-feira, 4 de março de 2011

«GORCH FOCH»


Navio-escola da marinha de guerra alemã. Foi construído em finais dos anos 50 (do século XX) pelo estaleiro Blohm und Voss, de Hamburgo, segundo os planos de uma série de excelentes veleiros da qual fazem parte o agora chamado «Tovaritch» (russo), o «Eagle» (norte-americano), o «Mircea» (romeno) e a nossa belíssima barca «Sagres». O «Gorch Fock» veio substituir, na marinha germânica, o malfadado «Pamir», que, em 21 de Setembro de 1957 se deixou apanhar (em pleno Atlântico) pelo furacão 'Carrie' e fez naufrágio nas águas dos Açores. Este veleiro (o «Gorch Fock») desloca 1 760 toneladas e mede 89,30 metros de comprimento fora a fora por 12 metros de boca. É uma barca de três mastros, que apresenta uma superfície vélica de 2 037 m2. O «Gorch Fock» está equipado com um motor auxiliar. A sua guarnição compreende 74 oficiais e marinheiros. O navio pode receber 200 cadetes. Colocado sob a responsabilidade da Academia Naval de Mürvik, o veleiro (cujo nome é o pseudónimo de um escritor alemão morto durante a batalha da Jutlândia) tem em Kiel o seu porto de abrigo. Para além das inúmeras viagens de instrução que realiza, o «Gorch Fock» é um elegante embaixador da marinha alemã e que, a esse título, participa em inúmeras manifestações (corridas, concentrações de veleiros, etc) nacionais e internacionais. Tais como, por exemplo, a ‘Armada de Rouen’, na Normandia, que é -ao atrair 1 milhão de visitantes por dia- uma das mais prestigiosas e visitadas do mundo inteiro. Para além da sua bonita silhueta, o «Gorch Fock» distingue-se pela sua característica figura de proa : uma águia dourada.

Sem comentários:

Publicar um comentário