terça-feira, 13 de abril de 2010

«MALTESE FALCON»


Moderníssimo iate, propriedade do milionário Tom Perkins. Projectado pelo engenheiro alemão Wilhelm Prölss e construído na Turquia (em 2006) com a supervisão da firma italiana Perini Navi, o «Maltese Falcon» custou mais de 100 milhões de dólares e é uma das maiores e mais modernas embarcações do mundo do seu género. Desloca 1 240 toneladas, mede 88 m de comprimento por 12,60 m de boca e o mais longo dos seus três revolucionários mastros (fabricados em fibra de carbono) culmina a 58,20 metros de altura. Além das velas, este iate possui um sistema de propulsão constituído por duas máquinas Deutz com 3 600 cv de potência combinada. O «Maltese Falcon» pode atingir a velocidade máxima de 20 nós. O seu casco de aço contém 6 luxuosas cabines capazes de receber 12 passageiros e 8 outras destinadas à sua equipagem, que é, normalmente, formada por 16/18 membros. O iate tem uma autonomia de 4 000 milhas náuticas. Inovador (também) no domínio da propulsão eólica, o iate de Perkins pode arvorar 2 400 m2 de velas, que têm a particularidade de poder ser ‘armazenadas’ nos próprios mastros. Que são rotativos ! O velame (15 panos independentes) pode ser recolhido em menos de 5 minutos, graças a um dispositivo motorizado accionado do posto de comando. «O Falcon Maltese», cujo nome é revelador dos gostos cinematográficos do seu riquíssimo proprietário (um homem que fez fortuna em Sillicon Valley, no ramo da informática), possui também um sistema de navegação único, que permite que este gigantesco iate possa ser conduzido por uma só pessoa. ‘Nec plus ultra’ da navegação desportiva e de recreio, o futurista «Maltese Falcon’ participou -com sucesso- em várias regatas internacionais.

Sem comentários:

Publicar um comentário