terça-feira, 6 de abril de 2010

«BRETAGNE»


Couraçado da marinha de guerra francesa, construído em 1913 pelo arsenal de Brest. Pertenceu a uma classe de navios de 25 000 toneladas de deslocamento (em plena carga) da qual também faziam parte os navios «Provence» e «Lorraine». Armado em Setembro de 1915, este couraçado ainda participou nos combates da Grande Guerra, à qual sobreviveu. O «Bretagne» sofreu duas grandes operações de restauro e de modernização (sendo a última delas executada entre 1932-35 nos estaleiros de La Seyne-sur-Mer), antes do início do segundo conflito generalizado. Foi afundado pela ‘Royal Navy’ aquando do malfadado combate de Mers el Kebir ('operação Catapulta'), ocorrido em 3 de Julho de 1940 na baía de Oran, Argélia. Os canhões britânicos que destruíram o «Bretagne» provocaram, só neste navio, perto de 1 000 mortos. E o drama (que os franceses ainda hoje consideram como tendo sido uma traição dos ingleses) marcou de tal modo a opinião pública, que o nome do couraçado foi dado a uma rua da cidade de Brest, onde fora construído. O «Bretagne» media 166 m de comprimento por 27 m de boca. A sua propulsão era assegurada por um conjunto de turbinas -desenvolvendo uma potência global de 43 000 cv- que podiam imprimir ao navio a velocidade máxima de 21,5 nós. Fortemente blindado, o navio estava armado com 10 peças de artilharia de 340 mm, 14 de 138 mm, 8 de 100 mm e 12 metralhadoras antiaéreas. Da guarnição do «Bretagne» faziam parte 1 133 oficiais, sargentos e praças.

Sem comentários:

Publicar um comentário