sexta-feira, 9 de outubro de 2009

«SANTO ANDRÉ»


Bacalhoeiro de arrasto lateral, construído num estaleiro naval de Deest (Países Baixos) em 1948. Chegou ao porto de Aveiro -onde foi registado- em 1949 e participou, logo nesse ano, na sua primeira campanha de pesca longínqua (à Terra Nova), sob o mando do capitão ilhavense José Pereira Bela. Manteve-se no activo quase 50 anos, pescando nas zonas bacalhoeiras tradicionais, mas também outras espécies no mar de Angola. O «Santo André», que dispõe de uma máquina de 1 700 cv e cujo casco foi construído em aço, mede 71,40 metros de comprimento por 11 metros de boca. O seu calado é de 6 metros em plena carga. Além de instalações de salga, o navio tinha capacidades de congelação do pescado. Os seus porões podiam acomodar 20 000 quintais de peixe. Fez a sua derradeira viagem à Noruega em 1997, altura em que era seu capitão Manuel Silva Santos e que o seu armador era a casa António do Lago Cerqueira Lda.. Pertence actualmente à Câmara Municipal de Ílhavo, que, com a colaboração do Museu Marítimo local, assegura a sua manutenção e valorização enquanto espaço museológico, aberto ao público. Isso «para não deixar morrer a memória da pesca do bacalhau nos mares do norte». Encontra-se actualmente na ria de Aveiro, junto ao cais 10 do porto de pesca da Gafanha da Nazaré.

Sem comentários:

Publicar um comentário