terça-feira, 3 de abril de 2018

«GOLDEN GROVE»

Este navio (um veleiro de fins do século XVIII) foi construído em 1780 num estaleiro de Whitby, no norte de Inglaterra, e usou primitivamente o nome de «Russiam Merchant». Pertenceu à casa armadora Leighton & Cº, de Londres, e terá servido no comércio com São Petersburgo. Em 1783 recebeu o nome pelo qual passou a ser definitivamente designado : «Golden Grove». Fez parte (e daí lhe advém o facto de ser ainda hoje conhecido) da chamada Primeira Frota, termo que os australianos dão aos navios que iniciaram o ciclo de transferências de população europeia para a ilha-continente. Pensa-se que tenha deslocado entre 320 e 400 toneladas e que as suas dimensões fossem de 29 metros de comprimento por 9 metros de boca. Apesar do seu estatuto de navio mercante, esteve armado com 6 bocas de fogo. Depois da sua aventura australiana, há informação que o dá como tendo navegado da Grã-Bretanha para o Caribe (Jamaica) e para os mares Báltico e Mediterrâneo. Para a História, também ficaram registados os nomes de quatro dos seus capitâes : T. Parker, J. Mann, Thompson e W. Sharp. Em 1813 perdeu-se o rasto deste navio, ignorando-se, pois, a data e circunstâncias do seu desaparecimento. Um dos subúrbios de Sidney recebeu o nome deste navio e perpetua-lhe a memória.

Sem comentários:

Publicar um comentário