domingo, 30 de julho de 2017

«EUROPE»

Escuna de 3 mastros e com casco em madeira que, sob bandeira francesa, usou o nome de «Europe» e foi utilizada no transporte de carga diversa e na pesca do bacalhau. Este veleiro -com 356 toneladas de arqueação- foi construído em 1888 no estaleiro Stiansen, de Arendal (Noruega), e, durante muito tempo, fez campanhas de pesca longínqua nos Grandes Bancos da Terra Nova. Pouco mais se sabe sobre este navio, que (em França) pertenceu, sucessivamente, aos armadores Viúva A. Ladiray, de Fécamp, e Gustave Gauthier, de Sables-d'Olonne. Em Setembro de 1916, este veleiro seguia -sob as ordens do capitão Gustave Joly- de Cardiff para Nantes com um carregamento de carvão proveniente das minas galesas. No dia 9 do citado mês, o «Europe» foi interceptado pelo submarino germânico «UB-39» -que se encontrava sob o mando do 1º tenente Heinrich Küstner- a 30 milhas Oeste noroeste da ilha de Sein. Depois de ter enviado a bordo uma equipa de inspecção munida com bombas incendiárias, o oficial alemão intimou a equipagem do veleiro (maioritariamente constituída por marítimos de Fécamp) a embarcar em duas baleeiras e a afastar-se do «Europe». Que, em breve, se transformou numa gigantesca tocha, antes de se afundar nas profundezas do Atlântico. Não houve mortos a lamentar neste episódio da Grande Guerra e que se desenrolou segundo um plano há muito usado pelos submarinistas do 'kaiser'; que só usavam torpedos para afundar navios de guerra ou presas mercantes de muito maior porte. Nota : a ilustração que aqui se publica não representa o «Europe», mas, isso sim, um navio do seu tipo.

Sem comentários:

Publicar um comentário