quinta-feira, 4 de maio de 2017

«MERCEDES»

Veleiro actualmente matriculado em Amsterdão, nos Países-Baixos. Foi um navio de trabalho que usou, sucessivamente, os nomes de «Huibertje», «Ora», «Labora», «Deo Volante», «Deo Juvante», «Atlantic» e «Atlantic A». Este último já lhe foi atribuído depois de ter sido vendido à companhia pesqueira do Reino Unido Atlantic Ocean Fishing, em 1988. O «Mercedes», que foi construído no ano de 1958 no estaleiro Metz, de Urk (na província de Flevolândia), foi adquirido em 2003 pela sociedade turística Wind is our Friend e totalmente reconstruído (em Harlingen, NL) à volta do seu casco de aço. Transformado em veleiro de 2 mastros (aparelhados em brigue) este navio recebeu acomodações para uma tripulação permanente de 12 membros e para um máximo de 130/150 pessoas (em viagens de curtíssima duração). O «Mercedes» desloca 430 toneladas e mede 50 metros de comprimento fora a fora por 3,60 metros de boca. Os 18 panos do seu velame totalizam uma área de 900 m2. O navio está equipado (como manda a lei) com 1 máquina auxiliar e com moderna aparelhagem de ajuda à navegação. Este veleiro estreou-se internacionalmente aquando do evento 'Armada 2008' de Rouen, que é uma das maiores e mais prestigiosas concentrações de veleiros do mundo. Depois disso, tem participado em acontecimentos de mesma índole em diferentes países, onde a sua silhueta já é familiar de todos dos amadores de vela. O seu actual armador é Oilivier Wipperfurth, que tem levado turistas do mar Báltico até às Antilhas, passando pelo Mediterrâneo.

Sem comentários:

Publicar um comentário