sexta-feira, 20 de junho de 2014

«VIET NAM»

Encomendado pela Compagnie des Messageries Maritimes aos estaleiros de La Ciotat (França), este paquete -destinado às linhas do Extremo Oriente- foi lançado à água a 14 de Outubro de 1951 e iniciou a sua viagem inaugural em 17 de Julho de 1953. Foi o primeiro de uma série de navios do mesmo tipo explorados pelo mesmo armador gaulês, que incluiu, igualmente, os paquetes «Laos» e «Cambodge». O «Viet Nam» deslocava 15 240 toneladas e media 162 metros de comprimento por 22 metros de boca. A sua propulsão era garantida por 2 turbinas a vapor complementada por 3 caldeiras (a fuelóleo) e 2 hélices. Este sistema desenvolvia uma potência de 24 000 cv, permitindo-lhe atingir pontas de velocidade superiores a 23 nós. O «Viet Nam», que tinha interiores desenhados e decorados por André Arbus, ofereceu até 1961 (ano em que sofreu transformações substanciais) 117 lugares de 1ª classe, 110 de 2ª e 52 de 3ª em camarotes, para além de 260 lugares ditos de 'rationnaire'. Em 1957 viajaram a bordo deste paquete o príncipe Sihanouk e esposa, tendo feito o percurso Ásia-Europa. Por iniciativa do Club Méditerranée, houve, em 1966, uma tentativa de transformação do «Viet Nam» em navio de cruzeiros. Mas a operação gorou-se por razões financeiras. Ainda assim, este navio efectuou três viagens de lazer para esse operador turístico, antes do fecho do canal de Suez em consequência da guerra (israelo-árabe) dos Seis Dias. Em 1967, este navio passou a chamar-se «Pacifique» e foi colocado numa linha que assegurava a ligação entre o arquipélago de Tahiti e a Austrália. Três anos passaram e, em 1970, o primitivo «Viet Nam» foi vendido ao armador Abeto, que lhe alterou o nome para «Princess Abeto» e o utilizou no transporte de peregrinos para Meca. Em 1971, este navio passou a ser designado por «Malaysia Baru» e, no ano seguinte, foi registado com o seu derradeiro nome : «Malaysia Kita». Mal cuidado, o paquete foi devorado por um incêndio -ocorrido a 12 de Maio de 1974- no porto de Singapura e afundou-se em águas baixas ao largo desta cidade-estado. Em 1975 foi reemergido para poder ser rebocado (no ano seguinte) para um estaleiro de Taiwan, especializado na demolição de navios, onde acabou os seus dias.

Sem comentários:

Publicar um comentário