terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

«WINDSOR CASTLE»

Dado como concluído pelos estaleiros navais Cammell, Laird & Cº, de Birkenhead (G. B.) em 1959, este paquete, o «Windsor Castle», passou a integrar, no ano seguinte, a frota da Union-Castle Mail Steamship Company, sediada em Londres. Casa armadora que o colocou na sua linha da África do Sul, cuja viagem se iniciava em Southampton e se prolongava até Durban, com escalas em Las Palmas, Capetown, Port Elizabeth e East London. Navio elegante, espaçoso e confortável (dispunha de climatização nas áreas reservadas aos passageiros e tripulantes), o Windsor Castle», estava equipado com hospital, cine-teatro, amplas salas de jantar e de convívio, piscinas, spa, etc. No que respeitava a sua carga mercantil, oferecia  espaços para secos e refrigerados, assim como tanques para o transporte de vinho. Apresentava-se como um navio de 37 640 toneladas de arqueação bruta, medindo 238,80 metros de comprimento por 28,63 metros de boca. Este paquete era movido por um sistema comportando poderosas turbinas a vapor (com uma potência instalada de 49 000 shp) e podia alcançar a velocidade de cruzeiro de 22,5 nós. Tinha uma tripulação de 475 membros e podia acolher 191 passageiros na 1ª classe e 591 na classe turística. A sua acção foi travada pela aviação comercial de longo curso, que acabaria por derrotar os transportes marítimos. Em consequência disso, o «Windsor Castle» foi definitivamente arredado do serviço da África em 1977. Depois, foi vendido a um armador grego, que lhe deu o nome de «Margarita L» e o utilizou -no Próximo Oriente- como escritórios, hotel e centro de lazer. Em meados de 1991, o navio regressou ao porto do Pireu, para ali se submeter a grandes trabalhos de conservação. Em 2004 o velho paquete, agora com quase meio século de vida, foi vendido a sucateiros indianos, que lhe deram o derradeiro nome de «Rita», antes de o remeterem para Alang, onde foi prontamente desmantelado. E assim terminou a odisseia deste soberbo navio, que, durante a sua vida activa, fez 124 viagens completas (percorrendo mais de 1 600 000 milhas náuticas) e transportou perto de 270 000 passageiros.

Sem comentários:

Publicar um comentário