quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

«NARKUNDA»

Paquete britânico que, entre 1920 e 1940, integrou a frota da companhia P & O. Foi construído para assegurar uma carreira regular entre o Reino Unido e a Austrália/Extremo Oriente, pela rota do canal de Suez. Este navio foi construído em Belfast, pelos estaleiros da firma Harland & Wolff. Apresentava uma arqueação bruta de 16 118 toneladas e media 177,15 metros de comprimento por 21,15 metros de boca. Foi concebido para poder receber 673 passageiros, 426 dos quais em camarotes de 1ª classe. Tinha uma tripulação de 230 membros. Inicialmente equipado com um sistema de propulsão a vapor (de quádrupla expansão), o «Narkunda» viu a sua maquinaria substituída, em 1927, por propulsores funcionando a gasóleo, que lhe garantiam uma velocidade de cruzeiro da ordem dos 17 nós. Em 1940, após 20 anos de bons serviços, o «Narkunda» foi requisitado pela autoridade militar e convertido em navio tropeiro. Já com essa qualidade, foi um dos navios britânicos que, em início de 1942, participou na evacuação de Singapura (que acabaria por ser conquistada pelos nipónicos) e, que, no Verão desses mesmo ano, se viu envolvido na troca de prisioneiros ingleses por diplomatas japoneses, desembarcando os primeiros no porto neutro de Lourenço Marques. Em Novembro de 1942, desembarcou tropas dos Aliados no norte de África (no quadro da Operação Tocha) e -a 14 desse mesmo mês e ano, quando volvia ao Reino Unido para embarcar novos contingentes de combatentes- foi afundado ao largo de Bougie, na Argélia. Morreram 31 membros da sua equipagem em consequência do ataque da 'Luftwaffe'.

1 comentário:

  1. BlueHost is the best hosting provider for any hosting plans you might need.

    ResponderEliminar