segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

«REIS MAGOS»


Galeão português do século XVI. A 14 de Fevereiro de 1586 -quando já se encontravam reunidas as duas coroas ibéricas sob a autoridade do primogénito de Carlos V- navegando este navio para o Oriente a mando de João Gago de Andrade, foi atacado (quase na linha do equador) por duas naus inglesas. Após um desigual duelo de artilharia, que durou mais de uma hora, o maior dos navios britânicos abordou o nosso galeão, enquanto o outro inimigo continuava a alvejar o «Reis Magos». O capitão português «já velho, gotoso, mas intrépido» soube, no entanto, utilizar da melhor maneira os 200 homens (marinheiros e soldados) colocados sob as suas ordens e rechaçar todos os ataques do adversário, causando-lhe estragos de monta e fazendo grande mortandade na sua tripulação, graças ao tiroteio cerrado dos combatentes colocados nas gáveas. De modo que a nau inglesa teve de desferrar e abandonar o combate ao cabo de duas horas de intensa luta, acabando por desaparecer no horizonte na companhia do outro agressor. No «Reis Magos», onde apenas morrera um tripulante, havia, porém, muitos feridos para cuidar. O que foi feito, enquanto o valoroso navio prosseguia a sua rota para a Índia e para Malaca, término da sua aventurosa viagem.

Sem comentários:

Publicar um comentário