domingo, 6 de maio de 2018

«WESTERN STATES»

Vapor lacustre de bandeira norte-americana, construído -em 1889- no estaleiro Detroit Ship Building Cº, de Wyandottte (Michigan). Foi realizado para operar na linha Detroit-Cleveland, onde permaneceu durante décadas a fio. Mas também participou em excursões sazonais no lago Superior. A sua companhia armadora foi a Detroit & Cleveland Navigation Cº. Esta embarcação teve uma 'sister ship' baptizada «Eastern States», com a qual partilhou a referida carreira. As suas principais características físicas eram as seguintes : 3 077 toneladas de deslocamento; 110,33 metros de comprimento; 13,78 metros de boca; 5,94 metros de calado. Movia-se com a ajuda de 1 máquina a vapor de dupla expansão (alimentada a carvão), que desenvolvia uma potência de 4 200 cv. Força que lhe assegurava uma boa velocidade de cruzeiro. Para além de viajantes, tinha capacidade para receber carga geral. Depois do fim da 2ª Guerra Mundial, o tráfico fluvial e lacustre sofreu uma grande quebra nos 'states' e no sul do Canadá, devido à construção de boas estradas na região dos Grandes Lagos e à criação de empresas de transporte colectivo mais rápidas e mais seguras; que 'roubaram' muita clientela ao «Western States» e congéneres e provocaram o fim da actividade da Detroit & Cleveland Navigation Company. De modo que, em Junho de 1955, o navio em apreço foi rebocado para Tawas City (Michigan), onde funcionou como hotel flutuante com o nome de «Overnighter»; unidade que não teve sucesso comercial e que acabou parcialmente destruída por um incêndio. Levado para um estaleiro especializado de Bay City (também no estado do Michigan), o navio foi desmantelado em 1959.

3 comentários:

  1. estou a tentar entrar em contacto consigo por causa de ter publicado no seu outro blog , uma fotografias das minhas mobilias alentejanas , sem nenhuma referência a mim. Para além da falta de delicadeza em si mesmo de tal acto, também está a infrigir os direitos de autor. Agradeço que me contacte o mais breve possivel.

    ResponderEliminar
  2. Continuo sem ter nenhuma resposta sua. Agradeço qque me contacte o mais breve possivel.

    ResponderEliminar
  3. Exma.Senhora Ana Anselmo, só agora tomei conhecimento das suas mensagens. Procurei, debalde (talvez por não ser um ás dos computadores), encontrar a fotografia a que se refere e que reivindica como de sua pertença. Se falhei, e parece ser o caso, peço-lhe mil desculpas e prometo retirá-la -de imediato- do meu antigo blogue; que, como poderá verificar está desactivado (definitivamente) desde Maio do corrente ano. Para corrigir o erro que me imputa, só lhe peço, por favor, que me indique a data de publicação da dita fotografia. Renovo o pedido de desculpas pelo incidente e, se me o permitir, apresento-lhe melhores cumprimentos. PS: Aguardo, com a urgência que entender, a informação solicitada.

    ResponderEliminar