segunda-feira, 24 de abril de 2017

«EENDRACHT»

Escuna de 3 mastros que arvora bandeira dos Países-Baixos. É o segundo veleiro com este nome (que significa 'Uníssono') a ser usado pela associação Stichting her Zeilend Zeeschip, como navio de formação náutica e treino no mar. Foi construído no estaleiro de Damen, segundo planos do reputado arquitecto naval W. de Vries Lentsch, e lançado à água em 1989. A escuna «Eentracht» (que é conhecida em muitos portos da Europa (sobretudo do norte), mas não só, tem 59 metros de comprimento por 12,30 metros de boca e o seu velame apresenta um superfície de 1 300 m2. A sua tripulação de 13 membros é seleccionada entre 350 voluntários altamente conhecedores do mar, das técnicas de navegação e capazes de transmitir conhecimentos aos 40 passageiros (geralmente jovens) que são admitidos a bordo em regime de aprendizagem. A associação proprietária deste navio, já acima citada, foi fundada em 1938, em vésperas da 2ª Guerra Mundial, mas teve que interromper o seu desígnio durante vários anos por causa desse conflito devastador e da ocupação dos Países-Baixos. No historial do veleiro «Eendracht» regista-se um encalhe junto a Newhaven, na costa sul do Reino Unido, ocorrido em 21 de Outubro de 1998. As 51 pessoas que então se encontravam a bordo foram, todas elas, resgatadas por helicóptero e colocadas em terra sãs e salvas. A escuna seria posteriormente desencalhada e reparada, antes de voltar às suas habituais rotinas.

Sem comentários:

Publicar um comentário