terça-feira, 1 de julho de 2014

«AMERIGO VESPUCCI»

Navio-escola italiano, que é um dos maiores veleiros militares ainda em serviço no mundo. O «Amerigo Vespucci», que tem as linhas de uma fragata de meados do século XIX, foi construído nos estaleiros de Catellammare di Stabia (Nápoles) em 1931. Era gémeo do «Cristoforo Colombo», que no final da 2ª Guerra Mundial foi entregue à marinha da União Soviética. Vocacionado para a formação de futuros oficiais da marinha de guerra, o «Vespucci» -que tem a sua base no porto de Génova- já realizou uma viagem de circum-navegação e participou em inúmeros cruzeiros de instrução. Para além de cumprir as suas missões rotineiras, o «Amerigo Vespucci» também tem sido utilizado como embaixador extraordinário e itinerante da República Italiana, participando em inúmeros eventos nos portos estrangeiros. Onde a sua maciça e impressionante silhueta se impõe imediatamente. Apesar do seu aspecto vetusto de veleiro de outras eras, este navio-escola está equipado com modernos instrumentos de ajuda à navegação, incluindo sistemas GPS e de transmissões por satélite. A sua equipagem é de 86 homens, incluindo 16 oficiais. O «Amerigo Vespucci» pode receber e dar instrução a 200 cadetes. Este vistoso navio -uma galera de 3 mastros- de 3 545 tonéis, mede 100,50 metros de comprimento fora a fora por 15,50 metros de boca. O seu calado é de 7 metros. Pode desfraldar 2 824 m2 de velas e atingir a velocidade de 10 nós. Curiosidade : o autor destas linhas visitou várias vezes o «Amerigo Vespucci» no porto de Rouen (Normandia, França), aquando das famosas concentrações de veleiros ali organizadas periodicamente.

Sem comentários:

Publicar um comentário