sábado, 8 de outubro de 2016

«HERTHA»


Cruzador protegido (por couraça) da marinha imperial alemã, pertencente à classe 'Victoria Louise'. Foi construído em Stettin, pelos estaleiros AG Vulkan e lançado à água em Abril de 1897. Deslocava 6 490 toneladas e media 110,60 metros de comprimento por 17,40 metros de boca. O seu calado era de 6,58 metros. Estava equipado com 3 máquinas de tripla expansão, cuja potência permitia que o «Hertha» navegasse à velocidade máxima de 19 nós e dispusesse de um raio de acção próximo das 3 500 milhas náuticas. Do seu armamento constavam 2 canhões de 210 mm, 8 de 150 mm, 10 de 88 mm e 3 tubos lança-torpedos de 450 mm. A sua tripulação era constituída por 446 sargentos e praças enquadrados por 31 oficiais. Entre os cadetes que também fizeram a sua aprendizagem a bordo do «Hertha», estiveram, durante um curto período, Karl Doenitz (futuro comandante da arma submarina germânica) e Ernst Lindemann (futuro comandante do couraçado «Bismarck»). Na transição para o século XX, este cruzador esteve em missão na China, onde participou na guerra dos Boxers; durante a qual um destacamento de fuzileiros da sua guarnição conquistou os fortes de Taku. Operação que custou a vida ao comandante do navio. Regressado à Europa, o «Hertha» cumpriu missões no Mediterrâneo (em 1912) e, entre Agosto de 1913 e Março de 1914 esteve empenhado numa operação de preparação e treino de equipagens, que o levou a escalar vários portos do Canadá, do México e das Caraíbas. Quando a Grande Guerra rebentou, o navio em apreço foi considerado obsoleto e retirado da linha da frente. Entre 1914-1918, o «Hertha» serviu, sucessivamente, na defesa costeira e como navio-quartel dos militares da base de hidroaviões de Flensburg. Foi desmantelado em 1920.

1 comentário:

  1. BlueHost is ultimately one of the best hosting company for any hosting services you might require.

    ResponderEliminar